Para traders que são iniciantes no mercado financeiro o mercado de investimento pode ser um terreno muito amplo e também bastante confuso. Afinal, você pode se deparar com muitas classes diferentes de investimentos, como por exemplo, trading ETF, criptos, ações, NFTs, e diversos outros. O fato é que cada um desses ativos tem uma série de características específicas e maneiras próprias para investir. Por isso, é de suma importância conhecer a fundo cada tipo de investimento e suas particularidades antes de investir.

Atualmente, uma das melhores opções de investimentos são os ETFs, que em resumo, ETFs é uma sigla para Exchange Traded Funds, que significa Fundos de Investimento, ou fundo de índice. Portanto, os ETFs são, sem dúvida, uma das classes de ativos mais populares nos mercados financeiros e também mais amplos. Pois oferece aos investidores a possibilidade de negociar passiva e ativamente. Além disso, os ETFs são uma ótima maneira de obter exposição a diferentes setores de maneira otimizada, reduzindo o tempo que você gasta pesquisando e analisando ações individuais. Neste pequeno guia, explicaremos melhor os detalhes desse tipo de investimento.

Portanto, para que você possa fazer seus investimentos em segurança e com consciência dos riscos e benefícios, preparamos um guia com informações e explicações detalhadas sobre o que são ETFs, quais seus rendimentos e riscos e como negociar nas melhores plataformas disponíveis. Além disso, apresentamos as corretoras mais confiáveis com as melhores taxas para facilitar seu investimento.

Como fazer trading ETF em 5 passos rápidos

Como negociar ETFs – 5 etapas rápidas
Se interessou pelo tipo de investimento que o ETFs oferece e quer começar a negociar ETFs imediatamente? Confira as quatro etapas rápidas abaixo que te orientarão sobre como negociar ETFs na Libertex:

  • Passo 1 – Escolha uma plataforma de negociação de ETF: Para iniciar a sua negociação, escolha uma plataforma de sua confiança. Conforme já adiantamos anteriormente, recomendamos a plataforma Libertex. Portanto, se você deseja negociar ETFs, poderá fazê-lo na plataforma com baixas taxas de comissão. 
  • Passo 2 – Depósito: O primeiro passo é criar sua conta na Libertex. Depois é só passar pela verificação de conta e identidade. Feito isso, sua conta estará liberada para fazer depósitos, que poderão ser efetivados acionando a opção “depositar”. Na plataforma existem diversas formas de depósito, escolha sua preferida. 
  • Passo 3 – Pesquise o mercado:  Depois de criar sua conta e fazer seus depósitos, você pode vasculhar o mercado em busca do ETF ideal para atingir suas metas de investimento. 
  • Passo 4 – Escolha qual ETF negociar: Depois de encontrar o ETF ideal para seu investimento, busque por ele na plataforma Libertex através da barra de pesquisa e em seguida clique em ‘Negociar’.
  • Passo 5 – Negociar:  Feitos os passos anteriores, agora é só conferir se o ETF escolhido apareceu na caixa de pedidos e inserir o tamanho da posição desejada, então é só conferir as informações e confirmar seu investimento quando estiver satisfeito com tudo.

Onde fazer trading ETF – Revisão das melhores corretoras

Quando decide-se fazer um investimento em ETFs e busca-se saber como negociá-los online, a primeira medida é sempre procurar uma plataforma segura e confiável para negociar.

Atualmente, o mercado de investimento tem boas opções de plataformas para investimentos em geral, como adquirir coleções em NFTs, comprar criptomoedas, investir em ações e em ETFs. Se você tem dúvidas sobre os melhores aplicativos para comprar criptomoedas ou as melhores plataformas para fazer staking de ativos em Portugal, acesse os guias sobre o assunto que preparamos para os traders iniciantes ou não.

Mas por ora, para te ajudar a investir rapidamente em ETFS e ter como base algumas plataformas confiáveis, e reduzir um pouco o universo de potenciais plataformas de negociações, indicamos três com boa reputação e boas opções de serviços, incluindo ETFS – todas as quais serão analisadas abaixo.

1. Libertex

logo libertexNossa primeira dica, como citado anteriormente, é a Libertex. Essa é uma corretora consagrada no mercado, pois tem uma longa experiência no mercado de investimentos, operando com bom fluxo desde 1997. Ou seja, já são mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro.

Outro ponto positivo da Libertex é a sua atuação internacional. A plataforma presta serviços em diversos países, incluindo Portugal. Isso somado a vasta experiência de mercado faz com que a plataforma seja extremamente confiável e proporcione bons resultados.

Como se não bastasse tudo isso, a empresa ainda é famosa por investir em alta velocidade e usando tecnologia de ponta. Além de possuir um portfólio extremamente diversificado, contando com diversos serviços e opções de investimentos, como forex, ações. criptomoedas e ativos digitais, NFTs e claro, ETFs.

Para finalizar, podemos ainda afirmar que a Libertex hoje se apresenta como uma das principais líderes da indústria internacional e já ganhou mais de 40 prêmios de prestígio em todo o mundo. Além disso, oferece cursos educacionais, portfólio aberto de investimentos com valorização de mais de 40% que são ideias para investir.

E não podemos deixar de mencionar que a Libertex não cobra nenhuma taxa de comissão e seus depósitos mínimos começam em 50,00 dólares.

Prós

  • Interface amigável
  • Portfólio Diversificado
  • Alta reputação internacional
  • Comissão zerada para diversas operações

Contras

  • Apenas 10 opções de ETFs, o que pode ser pouco dependendo das suas intenções de investimento.

2. Binance

etfA Binance é uma das principais plataformas de trading do mercado cripto e hoje é responsável pelo maior volume de negociação de criptomoedas do mundo. Sua carta de investidores e seu prestígio não param de crescer. A empresa conta com um ecossistema completo, abrangendo uma blockchain, um token e uma e-wallet proprietários, além de funcionar como plataforma de compra e troca de ativos com suporte a mais de 600 criptos.

O impressionante volume de transações diárias supera US$ 76 milhões por uma taxa menor de 0,1% mais baixa do que a concorrência. Mais de 90 milhões de investidores contam com o suporte ao cliente 24 horas por dia, 7 dias por semana, através do chat, além do completo guia de perguntas frequentes e de um blog com as notícias mais quentes do mercado cripto.

Na plataforma, pode-se comprar criptos utilizando depósitos bancários, cartão de crédito, saldo bancário ou transferência bancária. Além disso, há suporte para uso de ferramentas simples (Binance Convert), avançadas (Spot) e estratégicas (Trading de Estratégia) de trading, bem como trocar criptoativos (Farming Swap), adquirir Fan Tokens e utilizar os serviços de execução e liquidez (Binance OTC). Por fim, pode-se utilizar os ativos em investimentos (Binance Earn), lançar tokens (Launchpad), poupar (Savings) ou aplicar (Staking) os ativos, obter benefícios (BNB Vault), fazer investimentos duplos (Dual Investment), adicionar liquidez (Farming de Liquidez), acumular ativos automaticamente (Investimento Automático) e minerar recompensas (Binance Pool).

Prós

  • Interface amigável
  • Sem taxas de depósito
  • Baixas taxas de negociação
  • Suporte a mais de 600 ativos
  • Centralização de inúmeras utilidades em um ecossistema proprietário

Contras

  • A empresa foi hackeada no passado
  • Menos regulada que outras concorrentes

3. Crypto.com

etfA Crypto.com é uma corretora de referência internacional no mercado cripto, com suporte a uma ampla gama de ativos (atualmente, mais de 250) e tecnologia blockchain implementada nos serviços. Os mais de 50 milhões de investidores que confiam na sua plataforma podem comprar, vender e trocar os ativos com baixas taxas de transação. A empresa ainda conta com um cartão de crédito proprietário, uma exchange descentralizada, uma e-wallet proprietária e uma loja virtual de NFT.

Utilizando a Crypto.com, pode-se fazer staking de criptoativos com um retorno de até 14,5%. Essa é uma excelente opção para todos os investidores que pretendem adquirir ou manter criptoativos como Bitcoin e Ethereum que conta com taxas regressivas que iniciam em 0,4% e reduzem de acordo com o volume das transações.

Prós

  • Baixas taxas
  • Aceita pagamentos com criptomoedas
  • Conversão monetária facilitada
  • Cashback para transações com cartão Visa
  • Possui opção de juros remuneratórios para as criptomoedas
  • Segurança forte

Contras

  • Interface complexa
  • Moedas não disponíveis universalmente
  • Problemas no atendimento ao cliente
  • Não conta com uma academia proprietária para educar os investidores

O que é trading ETF?

Conforme referimos brevemente na introdução, ETF é a sigla de Exchange Traded Funds ou Fundos Negociados em Bolsas, se for traduzir livremente para português. Essa é uma classe de ativos que operam nas clássicas bolsas de ações baseadas em índices e como o próprio nome sugere, são negociados livremente nas bolsas de valores nacionais e internacionais.

Podemos dizer que essa modalidade de investimento foi criada na década de 1980, portanto, como tem um bom tempo de mercado, os ETFs estão entre as classes de ativos mais populares do mercado. Portanto, estamos falando de um fundo de investimento negociado direto na Bolsa de Valores, da mesma maneira que acontece com as ações convencionais, no entanto, na verdade os ETFs são uma espécie de cesta de ações.

Portanto, podemos dizer que os ETFs oferecem aos investidores a possibilidade de negociar de maneira ativa e passiva. Para que isso seja possível, é necessário acompanhar os índices que acompanham a maioria dos ETFs. Esses índices funcionam da mesma maneira que funciona um índice de títulos ou de ações.

Dito isso, podemos ressaltar que uma das características mais interessantes dos ETFs é a possibilidade de poder investir em diferentes setores sem precisar analisar cada ação individual. Isso acontece porque você estará investindo em uma cesta de ações, portanto a análise é feita em conjunto.

Por isso, uma vez constituída uma cesta cheia de ações, elas copiam o desempenho de um índice. Para deixar mais claro, podemos dar-te um exemplo. Em Portugal , temos como referência o índice da Euronext Lisboa e o PSI – 20 entre outros.
Portanto, podemos dizer que estamos diante de uma opção bastante interessante para quem quer arriscar e investir pesado, mas sem se expor demais ou correr grandes riscos, como acontece em algumas ocasiões com criptomoedas. Os ETFs são uma maneira simples e diversificada de investimento.

Por último, vale ressaltar que, por se tratar de uma cesta de ações, você pode optar por investir em diversos ativos, como por exemplo, podes escolher as melhores ações de dividendos, os melhores ETFs de Bitcoin ou até mesmo uma commodity como o petróleo. Além disso, os ETFs sofrem com a mesma flutuação de preço que as ações, sendo possível comprar em baixa e vender em alta. Dessa forma o investidor lucra com essa diferença.

Como a o trading ETF funciona?

Agora que você já sabe o que são ETFs, vamos passar para nossa próxima etapa que é explicar para você como a negociação dos ETFs funciona. Quando mencionamos bolsa de valores e indexadores, você pode ter pensado que é algo complicado, mas não é.
Primeiro ponto para te provar que as coisas são mais simples do que parece, é relembrar que no início deste guia, apresentamos as principais corretoras para você negociar ETF. Pois então, é através destas plataformas que você irá negociar seu ETF de forma prática e segura. Portanto, podemos dizer que a corretora escolhida será a sua intermediadora nesta negociação.

Entretanto, é necessário atentar-se para algumas dicas antes de abrir sua conta em uma plataforma de operações financeiras, como por exemplo, certificar-se que ela opera ETFs e outros ativos Nós indicamos a Libertex, a Binance e a Crypto.com como corretoras seguras e confiáveis. Inclusive, algumas das citadas trabalham também com matérias primas, o que pode ser uma boa opção para diversificar os investimentos.

Enfim, como referimos acima, os ETFs são cestas de ações, e por isso estão listados em bolsas de valores.Contudo, isso não quer dizer que você precisa comprar uma ação inteira, principalmente porque algumas ações possuem um preço elevado. Ao invés disso, você pode comprar uma fração dessa ação, dessa forma você investe com baixo custo financeiro e pode organizar seu orçamento para diversificar seus investimentos, algo que sempre é recomendável no mundo dos investimentos.

Portanto, podemos afirmar que o retorno financeiro dos ETFs vem pela valorização dessa ação em que você escolheu investir. De certa maneira, quando você compra uma ação ou uma fração de ação de uma determinada empresa você está apostando nela e acredita que ela irá crescer.

Por fim, ao investir em ETF você opta por um índice, onde há um conjunto de ações de um setor específico. Para deixar claro, podemos citar como exemplo o índice PSI-20, que representa as ações mais negociadas de Portugal. Esse é um dos índices que pode valorizar ou desvalorizar. Portanto, para ser investidor e apostar em ETF é preciso estar atento às oscilações do mercado e atualizado sobre o que pode influenciar nos preços das ações.

Futuros vs Opções

Ao investir em ETF, pode-se optar por diversos métodos de investimento. Duas modalidades menos populares são os retornos futuros e as opções. Apesar de não serem as mais populares, ambas possuem vantagens interessantes.

Os contratos futuros tem por objeto os derivativos de um investimento. Esse tipo de investimento obriga o investidor a comprar ou vender ativos em períodos pré-determinados, que podem ser antes ou depois de determinadas datas. A razão de ser dessa modalidade é precisamente a proteção da posição em outro ativo, por meio da especulação no valor de um EFT. Mas, atenção, pois os ETFs futuros são frequentemente muito alavancados, o que implica em altos riscos. Daí que o investimento pode resultar tanto em ótimas opções de lucro quanto em prejuízos consideráveis.

Já as opções de ETF, apesar de também pré-definirem um período para a compra ou venda de ativos, em data específica ou depois de tal data, não obrigam os titulares a efetuar a compra ou venda de ações de um ETF. Pelo contrário, deixam ao titular a possibilidade de escolher se deseja ou não fazer a compra ou a venda.

CFDs

O queridinho dos investidores é o CFD, sigla que comprime a expressão Contract for Differences ou, traduzido literalmente, Contrato por Diferença. CFDs são produtos derivativos que possibilitam a especulação de investidores nas oscilações de preços de um ativo sem que seja necessário ser titular desse mesmo ativo.

É uma espécie de aposta no sucesso de um ativo do qual o investimento é derivado, pois o valor do CFD segue o valor do ativo. Esse ativo no qual se aposta é chamado de ativo subjacente.

Uma das excelentes opções para CFDs são as commodities, como ouro, milho, petróleo e outros, na medida em que se pode contribuir para desafios logísticos de possuir o ativo subjacente.

Mas esse não é o único uso possível para os CFDs. Pode-se utilizá-los também para negociar ações de empresas desejadas, como, por exemplo, de alguma companhia de petróleo. O funcionamento é basicamente o mesmo daquele com as commodities.
Em que pese o CFD não esteja disponível para todos os países, existem inúmeras corretoras com atuação na Europa que o suportam. Deve-se prestar atenção somente para o alto risco agregado nesse tipo de investimento.

Por que fazer trading ETF?

As vantagens de se negociar ETFs são muitas. Podemos dizer especialmente que esse investimento é uma ótima opção principalmente para quem entende as oscilações do mercado e não quer perder tempo pesquisando ação por ação, o que pode ser demasiado trabalhoso e até mesmo improdutivo.

Como dito antes, os índices que indexam os ETFs tendem a colocar em uma cesta as principais ações do mercado financeiro, facilitando e organizando o trabalho do investidor.

Mas essas não são as únicas vantagens. Por isso, se você pretende investir em ETF em curto prazo veja os benefícios que essa modalidade de investimento pode trazer para você

Taxas mais baixas em comparação com outros fundos

Esse é, com toda certeza, um dos principais benefícios em se investir em ETF é que seu custo pode ser muito mais baixo do que outros Fundos de Ações considerados tradicionais. Os outros tipos de fundos de investimento, por exemplo aqueles com fundos mútuos, tendem a ser acompanhados por taxas contínuas mais altas, pois geralmente são gerenciados ativamente.

Isso acontece porque os índices são analisados separadamente, e não em cestas como é o caso dos ETFs.

Outra vantagem é o baixo custo do investimento, com apenas uma ordem você adquire uma cesta de ativos. Isso faz toda diferença ma hora de organizar suas finanças e diversificar seus investimentos.

Além disso, cabe salientar que os ETFs são investimentos passivos, muitos dos custos que os fundos mútuos têm não se aplicam paras os EFTs. Por isso a negociação de ETFs é mais econômica do que as alternativas.

Diversificação

Quem é investidor sabe da importância da diversificação de investimentos. Essa é uma das vantagens que os traders têm ao adquirir ETFs. Você não está comprando uma ação específica, mas uma cesta de ações, de empresas diversas e até mesmo de ramos de atuação diversos. Ou seja, está adquirindo de maneira prática um investimento diversificado e que pode ser bem rentável.

Não podemos deixar de dizer que essa é uma excelente escolha para pessoas que querem investir em setores específicos e diversificados da economia, especialmente quando acreditam em seu potencial crescimento, mas não conhecem a fundo todas as empresas do setor ou não querem fazer análise de bolsa de valores.

Para deixar isso mais claro, podemos dar-lhe um exemplo. Vamos imaginar que queiras investir no setor agropastoril, mas não quer perder horas do seu tempo investigando cada empresa que possui ações na bolsa de valores de Portugal. Então você pode simplesmente negociar ETFs.Isso porque os ETFs são fundos pré-fabricados que permitem mais agilidade neste processo de investimento.

Acessível

Para referir uma última vantagem que os ETFs possuem, podemos citar que é sua acessibilidade. Como você faz essa negociação direto nas plataformas, os passos para os investimentos são intuitivos e você não precisa ter conhecimentos profundos da bolsa de valores. Além disso, as plataformas citadas anteriormente tem interface amigável até mesmo para usuários iniciantes.

Como ganhar dinheiro com trading ETF

Foi necessário explicar o que é ETF e de que modo funciona, para que se possa ensinar como obter lucro por meio dos contratos.

Não se pode esquecer, todavia, que ETFs são investimentos de alto risco, o que significa que se pode obter lucros, mas também ter prejuízos. A dinâmica de volatilidade do mercado é, como temos afirmado insistentemente em nossos textos, condição de possibilidade para lucros, bem como um fator considerável de potenciais perdas.

As duas mais relevantes vias de obtenção de lucros são a capitalização, isto é, a valorização do ativo, e o recebimento de dividendos.

Ganho de Capital

O ganho de capital se dá precisamente da mesma maneira que ocorre com as ações. Os lucros são obtidos por meio da valorização dos ETFs adquiridos, tornando-se mais caros do que no momento da compra.

Existem três cenários possíveis.

No primeiro cenário, compra-se um ETF no valor total de US$ 5.000,00, o qual, transcorrido o prazo de um ano do investimento, fecha o exercício financeiro com valor total de US$ 5.800,00. Ao resgatar o investimento, recebe-se o retorno do valor total investido com a valorização de US$ 800,00. Não se esqueça de que são cobradas taxas, então é preciso que o valor das taxas seja inferior ao lucro obtido.

No segundo cenário, deseja-se vender o ETF antes do término do exercício financeiro, após um lucro estimado de US$ 400,00. Nesse caso, recebe-se somente US$ 5.400,00. Se o ativo valorizar outros US$ 400,00, esse valor não pertencerá ao investidor inicial.

No terceiro cenário, a cesta de ativos tem desvalorização de 50%, encerrando o exercício financeiro em US$ 2.500,00. Será possível resgatar o valor, após o pagamento das taxas, com um prejuízo superior a 50%.

Dividendos

Quem adquire ações torna-se sócio da empresa de capital aberto. As ações com direito a dividendos garantem aos acionistas o recebimento de uma parcela de lucros, proporcional à quantidade de ações titularizada, assim como acontece com os sócios.

Se a cesta de ETF adquirida pelo investidor contém ações de empresas que pagam dividendos, os acionistas receberão os dividendos respectivos. Isso porque, ao adquirir ações de uma empresa, se injeta dinheiro que é utilizado para ampliar o capital e, consequentemente, revertido a fim de otimizar os lucros.

Melhor horário para negociar ETFs

Neste ponto, vamos tratar de uma particularidade importante dos ETFs que são os horários para negociação. Nesse ponto, os ETFs são completamente diferentes de outros ativos digitais, que em via de regra, você pode operar 24 horas por dia e 7 dias por semana. Por exemplo, se você resolver comprar Bitcoin ou alguma outra criptomoeda poderá fazer isso em qualquer horário uma vez que esse “mercado” não fecha e as exchanges não deixam de negociar esses ativos em nenhum horário.

A realidade da negociação de ETFs não é essa pois eles estão vinculados às bolsas de valores. E quando referimos bolsas de valores no plural, estamos falando de bolsas em operação no mundo todo.

Portanto, é necessário estar atento a estes horários quando você planeja comprar um fundo ETF específico ou solicitar indexações. Os ETFs estarão disponíveis para negociação durante o mesmo horário da bolsa em que estão listados.

Se você tem restrições de horários, existe a opção de negociar em períodos pré-marcados ou nos chamados after-hours. Entretanto, ressaltamos que essa opção está disponível apenas em algumas corretoras e os spreads costumam ser muito maiores.
Portanto, para não perder os melhores horários e garantir as melhores negociações, confira o período de operação das principais bolsas de valores:

  • Euronext Lisboa – 8:00h às 16:00h – horário de Portugal
  • Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) – 9h30 às 16h00 EST
  • NASDAQ – 9h30 às 16h00 EST
  • Bolsa de Valores de Londres (LSE) – 3h às 11h30 EST
  • Bolsa de Hong Kong – 2:30h – 9:00h – Horário de Hong Kong
  • Bolsa de Istambul – 8:00h -16:00h – Horário local

Movimentações de preços dos ETFs

Não é novidade para nenhum investidor que os mercados de investimentos tendem a ser instáveis e ter oscilações consideráveis entre altas e baixas. Portanto, assim como as ações, os ETFs sofrem com oscilações de preços.

O preço de uma ação convencional tende a flutuar durante o dia, permitindo que os investidores lucrem com seu aumento ou sua queda. Nesse sentido, existe uma grande pluralidade de fatores que podem influenciar nessas flutuações, sendo as próprias oscilações do mercado, variações de moedas ou até mesmo algum acontecimento específico que atinja determinado setor. Um exemplo disso dessas influências são as mutações da matriz pandêmica que foram enfrentadas durante a pandemia.

Dito isso, os ETFs estão sujeitos às mesmas movimentações que as ações que estão em sua cesta sofrerem. Contudo, há uma variante chamada de “NAV”, que é a sigla de Valor Ativo Líquido.

O NAV nada mais é que o valor oficial mais recente do ETF, baseado no último fechamento do mercado em que está listado. Por isso, o NAV está diretamente ligado ao preço de mercado do ETF, que pode mudar de acordo com a oferta e demanda.

Quais os melhores ETFs para investir?

Quando falamos sobre os melhores ETFs para investir, podemos dizer que estamos levando em conta as últimas movimentações do mercado e a maneira como eles reagiram. Lembre-se sempre que estamos falando de investimentos de risco e que sofrem com as oscilações do mercado, assim como todo o mercado cripto.

Entretanto, apresentamos abaixo algumas das melhores ETFs para você investir, algumas opções são do mercado brasileiro, e outras do mercado internacional.

ETFs trading de Ações

Segundo especialistas, os ETF de ações assim como o nome já sugere, são um “conjuntos” de ações. Portanto, quando você compra um ETF de ações na bolsa, funciona da mesma maneira que ocorre quando você compra ações. Exceto pelo fato de que você está comprando muitas ações diferentes ao mesmo tempo.

Existem vários estilos diferentes de ETFs de ações para escolha do investidor.

Como dito anteriormente, os fundos de índice são projetados para espelhar os principais índices do mercado de ações. Eles contêm todas as mesmas ações de primeira linha, de modo que as mudanças no valor do ETF refletem as mudanças no mercado mais amplo.

Nesse sentido, os ETFs de dividendos focam em ações de dividendos. O valor desses ETFs pode não mudar muito ao longo do tempo, mas você pode obter um retorno dos dividendos pagos por todas as empresas detidas pelo fundo.

Já os ETFs da indústria oferecem uma seleção de ações de um determinado setor do mercado. Por exemplo, você pode usar ETFs da indústria para negociar ações farmacêuticas, ações de petróleo ou até mesmo ações de cannabis.

Existem muitos outros estilos de ETFs também. Alguns se concentram em ações de crescimento, enquanto outros procuram ações subvalorizadas. Se você quiser negociar ações que valem cêntimos, também existem ETFs para isso.

ETFs trading de Obrigações

Os ETFs de obrigações são pacotes de títulos com fundo obrigacionistas.O ponto positivo é que, esses ETFs oferecem retornos por meio de distribuições das obrigações que contêm em seus contratos. No entanto, o valor dos ETFs de títulos obrigacionistas pode subir ou descer à medida que as taxas de juros e os preços dos títulos mudam.

Commodities ETFs – Como Investir em Gold ETF

Os ETFs de commodities são bem diversificados e podem oferecer uma exposição a uma ampla variedade de commodities. Alguns exemplos bem clássicos são açúcar, café e petróleo, tudo isso de uma só vez. A negociação de ETF de commodities é uma boa maneira de pular para a negociação de commodities se você quiser especular sobre agricultura, energia em geral, ou até de como comprar óleo ETF, ao invés do preço de um produto específico.

Forex ETFs

Os ETF Forex geralmente contêm contratos de futuros de moedas, o que lhe dá exposição a um pacote de pares de moedas diferentes e que estão em fase de expansão. Negociar esses ETFs é uma maneira de entrar no time do Forex evitando taxas de conversão de moeda elevadas, que podem ser cobradas nessa plataforma.

Crypto ETFs – Bitcoin ETF

Com a rápida expansão das criptomoedas e a sua rápida evolução de mercado em todo o mundo, até já existem alguns fundos negociados em bolsa que abrangem ativos da classe das criptomoedas sim: pode investir num ETF bitcoin ou negociá-lo em CFD.

Melhores estratégias de trading ETF

Assim como a guerra e a política, a economia é permeada por uma atuação estratégica. Conhecer as principais estratégias econômicas é indispensável para que se possa maximizar os lucros e mitigar os prejuízos.

Os riscos inerentes ao mercado financeiro são o suficiente para os investidores lidarem. Contar com a sorte para lidar com a volatilidade é, sem dúvida, aderir à estratégia de terceiros, os quais visam os próprios lucros.

Explicamos as principais estratégias utilizadas pelos investidores para negociar ETF.

1. Day trading de ETFs

O day trading é uma estratégia de negociação diária. As operações de compra e venda são feitas em curtos intervalos de tempo entre uma e outra, de modo a aproveitar as pequenas oscilações.
Por exemplo, pode-se comprar 1000 ativos por US$ 1,00 cada no período da manhã e, uma vez ocorrida uma valorização de 50% à noite, vende-se todos os ativos. O dinheiro investido e o lucro obtido são reinvestidos no dia seguinte.
Trata-se de uma modalidade de alto risco de investimento que exige um acompanhamento constante dos preços pelos investidores.
Os interessados em day trading podem acompanhar o guia completo para Portugal em 2022.

2. Investimento passivo

Traders iniciantes ou com perfil menos agressivo podem se interessar em um tipo de investimento com menores riscos e que exige um menor dispêndio de tempo para acompanhamento de preços.

A estratégia de investimento passivo consiste em investir em ETF e não definir gerenciamento regular. Alguns ETFs fazem rastreamento de índices de mercado, otimizando o investimento, como é o caso do ETF Vanguard S&P 500.

Desse modo, ao invés de optar por índices arriscados, o ETF faz o rastreio daqueles que tendem a apresentar resultados anuais positivos. Essa estratégia costuma ser adotada a médio e longo prazo.

3. Short selling

A estratégia short selling, traduzida livremente como venda a descoberto, é uma modalidade de empréstimo de ativos não adquiridos por si. Trata-se de uma espécie de aposta na desvalorização do ativo, também existente no mercado de ações.

Toma-se emprestado uma quantidade de ativos (p. ex. dois Bitcoin) os quais se vende, na expectativa de que passe por uma desvalorização. Depois é necessário comprar o ativo e restituir o empréstimo.

Os lucros só podem ser obtidos caso a diferença entre o valor da venda e o valor da compra seja positiva.

Por isso, é uma estratégia de altíssimo risco, frequentemente ofertada pelas principais corretoras que operam com ETFs. Sugerimos que somente investidores experientes façam uso dessa estratégia.

4. Hedging

A estratégia de hedging, traduzida livremente como cobertura, se resume a optar por uma modalidade de proteção para os investimentos contra possíveis perdas. Essa estratégia é coberta por um contrato que fixa previamente o valor de compra e de venda de um ativo no futuro.

Por exemplo, celebra-se um contrato de hedging de Ethereum, com uma quantidade de 1.000, um valor de US$ 2.000,00 por unidade e data da operação designada para 25 de dezembro de 2022. O vendedor aposta na desvalorização do ativo, enquanto o comprador aposta na valorização. Se o Ethereum foi adquirido por US$ 993,64, em 18 de junho de 2022, e o preço atinge os US$ 2.200,00 na data de venda, o vendedor tem um lucro US$ 200,00 inferior.

Como se pode ver, a tendência é de redução dos lucros, mas os investidores podem controlar a volatilidade.

Fazer trading ETF é seguro?

Podemos afirmar que sim, negociar ETFs é seguro. Mas isso significa que para ter segurança você precisa operar a partir de uma corretora respeitada, como as citadas neste guia. Ressaltamos que é sempre importante verificar se a plataforma é regulamentada e confiável no mercado.

Por esse motivo, apresentamos no começo deste artigo algumas opções de corretoras confiáveis para facilitar sua escolha. E enfatizamos que, caso opte por escolher outra operadora, faça uma pesquisa minuciosa e dedicada.

As corretoras que citamos aqui atendem todos os critérios e regulamentações e oferecem a vantagem de ter amplo leque de ETFs para se negociar.

Negociar ETFs é uma prática já consolidada no mercado financeiro. Estamos falando de uma operação que existe desde a década de 1980 nos EUA e na Europa, claro que não com as tecnologias aplicadas às plataformas que temos no mercado de hoje.

Além disso, os ETFs oferecem uma seleção de ações das melhores empresas do mercado e com os tipos mais variados possíveis de atividades. Isso faz dos ETFs uma excelente opção para quem quer entrar no mercado de ações, mas não conhece muitas empresas ou não tem tempo de pesquisar.

Contudo, ressaltamos sempre que todo investimento precisa de cautela e de cuidado. Estamos falando de um investimento de risco, por isso é preciso estar disposto a encarar as oscilações do mercado. Estas oscilações ocorrem diariamente e podem ter maior variação de acordo com o tempo.

Como fazer trading ETF – Tutorial

Agora que já se sabe as informações mais importantes sobre os ETF, é hora de aprender a negociar com esse ativo.

Utilizamos como referência a plataforma Libertex, considerada por nós como a melhor do mercado cripto. Apesar disso, o procedimento para efetuar as transações é muito semelhante ao das demais plataformas.

Passo 1 – Abra uma conta na Libertex

etf

Abrir um conta na Libertex é muito simples. Acesse o site, localize o botão “Sign Up”, na barra superior do site, e clique. Uma janela de cadastro se abrirá na frente da página principal. Preencha os dados solicitados: e-mail, senha e número de telefone.
Embora o campo de concordância com os termos de uso da plataforma já esteja marcado, não esqueça de fazer a leitura atenta.

Passo 2 – Verifique sua conta

A fim de evitar fraudes com pessoas fazendo-se passar por si, a empresa enviará um código de segurança para que sua conta seja ativada. Sem proceder à ativação, não será possível acessar a conta.

Passo 3 – Faça um depósito

Agora já se pode depositar fundos para utilizá-los nos investimentos. Há um valor mínimo de US$ 10,00. A plataforma suporta os principais meios para pagamento, como transferência bancária e cartão de crédito e débito.
Sugerimos que a plataforma seja testada antes de fazer o primeiro investimento e que os recursos de retirada de depósitos sejam confirmados antes de se enviar mais valores.

Passo 4 – Pesquise ETFs

Após a identificação do depósito, é possível começar a pesquisa dos ativos de interesse. O melhor é que se saiba exatamente em qual ETF investir, mas, caso não se tenha decidido ainda, pode-se realizar uma busca nos ETFs comercializados.
Sugerimos uma pesquisa sobre os ETFs que chamem a atenção antes de adquiri-los.

Passo 5 – Conclua a operação

Finalmente escolhido o ETF, é hora de concluir a transação. Defina o tipo de ETF e o valor da transação pretendida. Não esqueça de confirmar o prazo do ETF, pois, enquanto alguns suportam day trade, outros só podem ser resgatados depois de anos.
Sobretudo os pequenos investidores devem preocupar-se com o prazo, pois podem ter necessidade de vender diante de intempéries.

Conclusão

Conforme constatou-se neste artigo, os ETFs são uma classe de fundos que são agrupados em cestas de ativos criadas com base em índices. Os fundos são negociados nas bolsas de valores. A própria noção de cesta torna impossível que se invista exclusivamente em um ativo. Compra-se todos os ativos que a compõem.

Os fundos contidos na cesta só podem abranger ações já comercializadas na bolsa de valores. Essa é uma modalidade voltada sobretudo para iniciantes que desejam começar a investir na bolsa de valores, mas estão em dúvida entre os ativos a adquirir.

Considerando que tais ativos são projetados para iniciantes, é de suma importância escolher uma plataforma certificada e com experiência em investimentos com ETF. Os golpistas e fraudadores sabem muito bem que os iniciantes são os melhores alvos devido à falta de conhecimento sobre as opções mais seguras do mercado.

Também é importante escolher com cautela os ETFs visados. Para tanto, sugerimos que sejam feitas pesquisas sobre a tradição das empresas, sua saúde financeira e a bolsa de valores na qual os fundos são comercializados.

Perguntas frequentes sobre trading ETF

O que são ETFs?

ETFs pagam dividendos?

Qual é o melhor ETF para negociar?

Como ganhar dinheiro com ETFs?

Posso operar ETFs em outras bolsas de valores, além de Portugal?

Isenção de responsabilidade

É vital sempre investir com responsabilidade e consciência de todos os riscos envolvidos. Os mercados podem ser extremamente voláteis, portanto, você deve conduzir uma pesquisa extensiva antes de investir. Nosso site oferece atualizações regulares e verifica cuidadosamente todas as plataformas que recomenda, mas você deve formar a sua própria opinião e investir somente o que pode arriscar perder. Nunca há garantia de retorno de investimento.