Todos sabem que o Bitcoin é a primeira criptomoeda e, por isso, a queridinha do mercado cripto, mas a queda ocorrida desde a alta histórica de US$ 67.582,60 em 8 de novembro de 2021 tem assustado e afastado alguns investidores preocupados com uma suposta tendência de prejuízos, dessa maneira, é importante saber qual será a previsão Bitcoin.

Oscilações no mercado são uma constante com a qual todos os investidores lidam. Isso não é motivo para desconfiança ou desistência. O mercado cripto está muito longe de chegar ao fim por esgotamento. Muito pelo contrário, está em plena ascensão. As variações de preços são fundamentais para obter lucros. O segredo do sucesso está no aproveitamento das melhores oportunidades.

Preparamos este guia para auxiliar você a maximizar seus lucros e minimizar suas perdas com os investimentos em criptoativos. Para dar conta dessa tarefa, é importante considerar a previsão bitcoin para períodos de curto, médio e longo prazo.

O investimento em criptoativos pode não ser adequado para investidores novatos, que podem perder o total do valor investido.

Previsão do valor de Bitcoin 2022

O valor do Bitcoin na data em que este artigo foi escrito é de aproximadamente US$ 20.000,00. Como se pode ver, houve uma desvalorização nos últimos oito meses. Mas isso não significa que estamos diante de uma tendência irreversível. Muito pelo contrário, há uma previsão de subida do bitcoin para os próximos meses e anos que vem acompanhada da expectativa de reversão. Por isso, esse é o melhor momento desde o fim de 2020 para investir em Bitcoin a médio e longo prazo.

A alta histórica ocorreu desde julho de 2020 e mais do que triplicou o recorde de valor de mercado da cripto moeda no período anterior, que era de US$ 19.650,01 em 15 de dezembro de 2017. O valor atual é inferior aos US$ 23.874,50 atingidos em 18 de dezembro de 2020, portanto, estamos no período de melhor oportunidade de compra dos últimos dezoito meses. Confira as previsões:

  • Fim de 2022: apesar de a tendência atual do preço do Bitcoin ser de baixa, como dissemos, as previsões dos especialistas no mercado cripto são bastante otimistas com a valorização da cripto moeda nos próximos meses. A queda de aproximadamente 65% do valor desde o recorde histórico de valorização pode parecer, a alguns, um motivo forte para pessimismo, mas, para quem souber aproveitar a oportunidade para a compra, o investimento pode trazer lucros de aproximadamente 150% com a previsão do Bitcoin para 2022, cuja estimativa é de que atinja US$ 50.000,00 no fim deste ano.
  • Fim de 2023: a previsão de alta do Bitcoin não é tão somente para o 2022, mas também a médio e longo prazo. Depois da valorização  esperada para este ano, o Bitcoin previsão é de alta também para o ano seguinte, com estimativa de atingir, no fim de 2023, o valor de US$ 69.000,00, superando a máxima histórica já registrada.
  • Fim de 2025: a retomada do preço a médio prazo, ou seja, nos próximos quatro anos, possibilitará uma alavancagem dos preços. Isso certamente não impedirá as oscilações, decorrentes de novas leis, mudanças políticas, reformas e das transações cotidianas, por meio das quais temos chances de obter lucros menores e novos investidores poderão obter seus lucros. Mas, entre ofertas e demandas, a previsão Bitcoin 2025 feita por especialistas é de que a moeda atinja novo recorde histórico, chegando à marca dos US$ 80.000,00 no fim daquele ano.
  • Fim de 2030: é certo que as previsão do Bitcoin hoje podem não se confirmar no futuro. Quanto mais longo o prazo, maior a dificuldade para prever os valores. Ao longo de quase uma década, muitos eventos trarão consequências para o mercado de criptoativos. Mas, desde que não ocorra nenhuma catástrofe, os especialistas estão bastante otimistas com a estimativa de que o Bitcoin bata a impressionante marca de US$ 120.000,00 até o fim de 2023.

Você também pode consultar sites de referência do mercado cripto, como eToro, Capital.com, Libertex, Crypto.com e Binance, para saber mais sobre os ativos negociados.

Previsão Bitcoin 2022

A preocupação com o mercado cripto é constante entre os investidores, mas os motivos não são exatamente os mesmos. Basta olhar mais de perto para perceber que os investidores receosos não são necessariamente a maioria. Muito mais frequente é que os investidores estejam 24 horas por dia, 7 dias por semana analisando o mercado e decidindo quais as melhores transações para obter lucros.

Então é bom ficar atento para a oportunidade de compra. Como noticiamos há alguns dias, essa pode ser uma ótima oportunidade para comprar. Se você tem medo de perder as oportunidades em tempo real, também pode recorrer ao uso de um robô Bitcoin para fazer negociações automatizadas de acordo com os parâmetros que você determinar. 

O declínio histórico dos preços do Bitcoin, chamado por alguns de “inverno cripto” é só uma fase de um longo histórico, por isso não pode ser considerado indicativo de uma tragédia ou do fim dos tempos. Este “inverno” é resultado da queda do volume de mineração de Bitcoins, o que é sazonal. O período de baixa vem acompanhado de grandes expectativas com um aquecimento que se aproxima.

Assim como ocorre com as estações do ano, as oscilações do mercado cripto também passam por fases de esfriamento e aquecimento. O que quer dizer que chegará a primavera e, com ela, a temperatura aumentará. Estamos exatamente nesse momento de passagem do inverno para a primavera. Em seguida, chegará o verão. Todos os investidores que aproveitarem essa oportunidade poderão ter lucros bastante compensadores se comprarem agora e venderem no período de alta. Só é preciso ter paciência.

Por exemplo, o primeiro inverno do Bitcoin ocorreu entre 2015 e 2016. Depois de uma queda dos US$ 1.137,00, máximo atingido em 04 de dezembro de 2013, o valor da cripto despencou e seguiu baixo até começar a retomada em 2017. Por volta de maio daquele ano, o Bitcoin bateu um novo recorte, atingindo US$ 19.280,00 em 16 de dezembro de 2017. A partir de 2018, uma nova queda nos preços marcou outro inverno, mas, em 30 de novembro de 2020 um novo recorde foi atingido, com US$ 19.710,00. Desde então a moeda valorizou como nunca antes. Entre as oscilações de 2020 a 2021, a valorização superior a 350% permitiu o recorde atual.

Apesar da dificuldade para predizer o valor, os modelos computacionais e os experts em mercado cripto estimam a valorização como tendência do Bitcoin.

Neste guia, preparamos uma análise para o final dos anos de 2022, 2023, 2025 e 2030.

O investimento em criptoativos pode não ser adequado para investidores novatos, que podem perder o total do valor investido.

Histórico de preços do Bitcoin

O Bitcoin foi criado em 31 de outubro de 2008 por um desconhecido que usa o pseudônimo Satoshi Nakamoto. Inicialmente, seu preço sequer era registrado, pois valia apenas algumas frações de centavos de dólar americano. Em quase dois anos de existência, o valor da moeda permaneceu com valores sempre abaixo da casa dos centavos. O primeiro registro ocorreu em julho de 2010, sendo de US$ 0,0008 de dólar. Em 19 de agosto de 2010, atingiu a casa dos centavos e chegou à cotação de US$ 0,07.

A marca de uma dezena de centavos de dólar foi atingida em 12 de outubro de 2010 e, menos de um mês mais tarde, já havia valorizado 150%, chegando a US$ 0,25. O valor do dólar foi ultrapassado em 12 de fevereiro de 2011, quando a moeda chegou a US$ 1,09, com mais de 1090% de valorização em relação ao preço inicial.

Em 1º de maio de 2011, o valor já era de US$ 3,95. Em 03 de junho de 2011, a moeda já valia US$ 15,05, mais do que dobrando seu valor em 09 de junho daquele ano ao bater a marca de US$ 32,34. Um recuo se seguiu por mais de um ano e meio, quando, em 28 de fevereiro de 2013,  a moeda ultrapassou a marca anterior e chegou a US$ 33,36.

previsão bitcoin

Em 08 de abril de 2013, a moeda chegou a US$ 186,96 e, depois de oscilações que duraram quase meio ano, voltou a aumentar até chegar aos US$ 1.014,00, em 28 de novembro de 2013.

Os quatro anos seguintes foram de oscilações abaixo dos US$ 1.000,00 e terminaram quando, em 13 de fevereiro de 2017, a moeda voltou a ficar acima do milhar de dólares. Em 13 de fevereiro daquele ano, a moeda valia US$ 1.001,00. Pouco mais de dez meses depois, em 16 de dezembro de 2017, a moeda já valia havia valorizado mais de 1900%, chegando a US$ 19.280,00.

Um novo recuo nos preços se seguiu até 06 de dezembro de 2020, quando a maior alta da história começou. Esse novo período de grandes expectativas durou até o fim de 2021 e, desde então, estamos vendo uma enorme redução. Com a desvalorização da moeda, alguns mineradores desistiram, outros suspenderam as atividades e muitos migraram para outras cripto moedas.

A tendência do Bitcoin, que todos os investidores podem perceber, é de uma valorização por volta do último trimestre. Mas isso não ocorre todos os anos. É preciso ter paciência para esperar o período de valorização e conseguir vender com melhores os melhores lucros.

Estamos confiantes que o inverno atual não será tão longo quanto os anteriores. Muitas coisas mudaram desde 2008. Os investidores já estão bastante familiarizados com o mercado cripto. Alguns países e cidades investem hoje em criptomoedas. Existem muitas empresas atuando nesse mercado. Os dispositivos eletrônicos e celulares são muito mais utilizados do que anteriormente. As transações utilizando computadores, celulares e tablets são muito frequentes. Nada disso existia há 14 anos. O mundo mudou e definitivamente o Bitcoin é parte do nosso mundo.

Previsão Bitcoin 2022

previsão bitcoin

O mês de abriu marcou uma queda abrupta no valor do Bitcoin. No dia 1º, a moeda valia US$ 46.296,30 e no último dia do mês estava cotada em apenas 37.661,20. Em maio, se repetiu a tendência de maior valor no início do mês do que no fim: US$ 38.471,60 no primeiro dia contra US$ 31.784,00 no último dia.

Embora o mês de junho ainda não tenha acabado, o valor de US$ 29.778,70 foi seguido de uma valorização de quase US$ 2.000,00 e de uma queda de mais de US$ 13.000,00 em 18 de junho. Atualmente estamos em um novo período de oscilação para baixo, embora o valor atual esteja um pouco acima de US$ 20.000,00.

Se a tendência for repetida neste mês, o valor tende a fechar menor do que no início. Mas a curva ascendente indica que podemos ter uma elevação considerável, apesar de não tão lucrativa quando o esperado para o fim do mês.

De julho a dezembro, as previsões são otimistas e, mesmo alguns analistas mais conservadores estimam um fechamento em torno dos US$ 50.000,00. Se retomarmos os períodos prévios como referências, podemos esperar que o último trimestre será decisivo para confirmar essa previsão. Estando confirmada, as oscilações serão grandes de julho a setembro e marcarão uma curva de crescimento a partir de outubro.

Em 2023 haverá a mesma expectativa de crescimento. Lembrando, novamente, que as oscilações são certas. Ainda assim, estimativas um tanto conservadoras esperam que o valor do Bitcoin chegará, ao final do próximo ano, em um valor de aproximadamente US$ 69.000,00.

O investimento em criptoativos pode não ser adequado para investidores novatos, que podem perder o total do valor investido.

Previsão Bitcoin e Perspectivas de Longo Prazo – 2025 e 2030

Apesar da volatilidade do mercado de criptomoedas, as previsões são boas. Não só porque o Bitcoin é um excelente investimento, mas porque esperamos que nos próximos anos sejam lançados os fundos de cotização (ETF) de Bitcoin. A espera por essa interessante modalidade de investimento é grande. Esses fundos são negociados nas bolsas de valores, replicando o desempenho de outro índice de referência que, neste caso, será o do Bitcoin.

A vantagem é a possibilidade de diversificar os investimentos, adquirindo tanto Bitcoins quanto ETF de Bitcoin. Ainda não sabemos muito sobre os ETF de Bitcoin, pois é preciso que agências governamentais regulamentem o ETF. Ainda assim, a simples possibilidade de que o ETF de Bitcoin seja lançado nos próximos anos faz com que as previsões 

A longo prazo, a previsão para o Bitcoin em 2025, um pouco conservadora, é de aproximadamente US$ 80.000,00 para o final daquele ano.

Além do lançamento do ETF de Bitcoin, estimamos que nos próximos anos as criptomoedas se tornem tão frequentes ou mais do que as moedas oficiais dos países. Não é utópico pensar isso, porque cada vez mais pessoas e empresas utilizam dinheiro digital. A diferença está no valor de referência do dinheiro digital utilizado. Os valores das moedas oficiais dos governos também estão passando por uma forte oscilação nos últimos anos e há muita desvalorização. As altas taxas de inflação são uma ótima oportunidade para uma mudança de chave no uso de moedas digitais.

É por tudo isso que a previsão para bitcoin no fim do primeiro ano da próxima década será de aproximadamente US$ 120.000,00.

Potenciais altos e baixos do Bitcoin

Considerando as possibilidades de aumentos e reduções no valor do Bitcoin, adotando uma previsão Bitcoin um tanto conservadora, as estimativas abaixo resumem os valores de alta e baixa da moeda:

Ano Potencial alta Potencial baixa
2022 US$ 50.000,00 US$ 25.000,00
2023 US$ 69.000,00 US$ 48.000,00
2025 US$ 80.000,00 US$ 60.000,00
2030 US$ 120.000,00 US$ 98.000,00

Quais os usos do Bitcoin?

O Bitcoin é aceito como método de pagamento por mais de 15.000 empresas espalhadas ao redor do mundo e conta com mais de 14.000 caixas de autoatendimento, além de ser a criptomoeda mais utilizada. Isso é o que a torna tão atrativa.

Analisamos os três principais usos do Bitcoin para auxiliar você na escolha.

Método de pagamento

Apesar de alguns vejam o Bitcoin como importante devido a sua enorme aceitação por muitas instituições como método de pagamento em transações cotidianas, o fato é que usar seus recursos investidos para pagamentos pode não ser a melhor opção. A vantagem da descentralização, sem instituições financeiras intermediárias das transações, torna bastante seguras as transações, mas é muito mais uma comodidade do que um motivo para, por exemplo, adquirir equipamentos de informática, cujos preços têm oscilado bastante devido à falta de componentes para a fabricação. Contudo, você não vai querer compensar as oscilações de preço com seus lucros que poderiam ser muito superiores às dezenas de dólares economizados.

Recompensas de mineração

A existência de criptomoedas depende de pessoas que façam o trabalho de mineração de dados por meio do qual as moedas são criadas. A atividade de mineração é remunerada em troca de moedas, mas há um limite de criptomoedas a minerar. Essa limitação quantitativa as torna escassas, impulsionando a valorização. Esse é o principal motivo da volatilidade dos preços. No caso do Bitcoin, o limite de moedas mineráveis é de 21 milhões e estão disponíveis hoje aproximadamente 18 milhões.

Para cada bloco minerado, são pagos BTC 6,25, atualmente em torno de US$ 125.000,00. Mas não é nada fácil o trabalho de mineração. São necessários equipamentos de alta perfomance e uma enorme quantidade de energia para o trabalho de mineração. O mercado é majoritariamente dominado por grandes investidores. A desvalorização, como dissemos, dissuadiu alguns mineradores. Isso reduziu a velocidade com a qual novas moedas são mineradas e provocou o inverno. Muitos continuam minerando em computadores montados para essa finalidade, os quais funcionam em casa. Mas os mineradores de alto desempenho não estão a pleno vapor.

Especulação

 O principal uso do Bitcoin é a especulação. Adquirir na baixa, manter durante as oscilações e vender nos melhores momentos de valorização. Alguém que tivesse um Bitcoin em julho de 2010 e vendesse em 8 de novembro de 2021 teria obtido um lucro de 84.478.250%. É atrás desse tipo de lucro que os investidores estão. Mas você precisa considerar que a moeda dificilmente voltará ao insignificante valor de US$ 0,0008, de modo que dificilmente existirá a mesma oportunidade de porcentagens milionárias. Valorizações na casa dos 100% ou mais, contudo, continuam ocorrendo.

O que impulsiona o preço do Bitcoin?

As variações de preços podem ser impulsionadas por inúmeros fatores internos e externos ao mercado cripto. Nossos analistas estimam que os seis principais fatores são: oferta e demanda, custos de produção, corretoras de cripto, concorrência, governança interna e regulação do mercado.

Outros fatores que nos interessam são a atenção das redes sociais, a adoção de criptomoedas e os investimentos institucionais.

Atenção nas redes sociais

As redes sociais se tornaram muito populares desde o aparecimento do Facebook há quase uma década e meia. Desde então, tornaram-se ferramentas importantes para divulgação de informações e publicidade de negócios e investimentos.

As proporções assumidas por publicações que viralizam e as notícias sobre negócios que circulam pelas redes sociais têm o potencial de influenciar direta ou indiretamente na cotação de um criptoativo.

Crescimento na adoção de criptomoedas

A relação entre oferta e demanda é o principal fator de impulsionamento dos preços de um produto ou serviço. Diversas medidas afetam diretamente o aumento ou o decréscimo da procura e da oferta. Nos último anos vimos um aumento na procura por criptoativos devido às potencialidades de lucro.

Com maior procura, obviamente a tendência é de que os criptoativos se tornem mais escassos. Contudo, muitas pessoas vivem de trades diários, o que as faz comprar e vender em operações de alta frequência. Assim, o aumento da procura não necessariamente leva à escassez. Mas pode levar, caso os investidores comecem a armazenar esperando pela alta dos preços. Essa parece ser uma das tendências na Bitcoin previsão hoje.

Investimento Institucional

As previsões do Bitcoin para um aumento nos preços levam em consideração como um dos principais fatores a aquisição de criptomoedas por instituições financeiras. Bancos e instituições financeiras acumulam anos de expertise em obtenção de lucros. Por isso a aquisição de Bitcoin por um banco é sempre um bom indicativo de que a moeda pode valorizar nos próximos tempos.

Onde comprar Bitcoin?

mercado previsão bitcoin

A popularidade do Bitcoin torna muito fácil encontrar um local para comprar a criptomoeda, mas você precisa cuidar para não cair em golpes. Sugerimos que você faça suas compras de criptomoedas em plataformas confiáveis, como a eToro. A compra pode ser feita diretamente pelo site ou pelo aplicativo para dispositivos móveis, com uma comissão de corretagem de 1%, um percentual baixo se comparado ao que cobram as outras corretoras.

Para começar a usar a eToro, você precisará fazer um depósito mínimo no valor de US$ 10,00. O valor baixo para investimento mínimo faz dela a plataforma perfeita para investidores iniciantes. Você poderá ainda optar por criar um portfólio, adquirindo qualquer dos 75 criptoativos disponíveis, incluído o Bitcoin.

Os depósitos podem ser feitos utilizando cartão de crédito ou débito, carteiras digitais, como PayPal, ou transferências bancárias.

A eToro tem também uma das melhores carteiras de criptomoedas do mercado, a qual suporta centenas de criptoativos. A carteira pode ser acessada diretamente no site ou no aplicativo para dispositivos móveis.

Prós

  • Mais de 26 milhões de usuários
  • Estrutura de taxas transparente
  • Depósito mínimo de US$ 10,00
  • Sem taxas
  • Aplicativo de carteira digital grátis
  • 75 criptoativos disponíveis

Contras

  • Taxa de inatividade
  • Taxa de conversão para depósitos em moedas que não sejam o dólar

O investimento em criptoativos pode não ser adequado para investidores novatos, que podem perder o total do valor investido.

Bitcoin é a melhor criptomoeda para comprar em 2022?

A alta oscilação do Bitcoin o torna hoje uma moeda ideal para compra e armazenamento a curto, médio e longo prazo. Continua no ranking das melhores  criptomoedas. Mas é pouco atrativa para investidores que pretendem fazer trades de alta frequência ou com intervalo de poucos dias.

Se você procura um investimento de curto prazo com maior retorno, recomendamos que dê um pouco de atenção para a Terra (LUNA), uma moeda que continua com um baixo custo, mas com um desempenho interessante nos últimos tempos. A moeda foi lançada em 25 de julho de 2019 e chegou a valer R$ 557,53 em 25 de dezembro de 2021. Atualmente está valendo frações de centavos, mas tem valorizado bastante nos últimos dias. 

Últimas notícias sobre o Bitcoin

As últimas notícias envolvendo a queridinha do mercado cripto envolvem a tendência de baixa da moeda nos últimos meses. Mas, apesar dessa tendência, a previsão Bitcoin próximos dias é de valorização e as notícias reconhecem a oportunidade aberta com a baixa do valor. Tudo indica que é a melhor hora para comprar.

Conclusão

Apesar do ceticismo e do pessimismo de alguns, a previsão do Bitcoin para hoje é de que estamos diante de um momento singular. Um mundo de novas oportunidades está diante de nós. Uma previsão Bitcoin não é garantida, mas estamos confiantes de que o Bitcoin ainda é uma ótima opção para seus investimentos.

O investimento em criptoativos pode não ser adequado para investidores novatos, que podem perder o total do valor investido.

Perguntas frequentes sobre Previsão Bitcoin

Qual o preço atual do Bitcoin?

Qual o menor valor registrado do Bitcoin?

Qual o maior valor já registrado do Bitcoin?

Quanto valerá o Bitcoin nos próximos tempos?

Permaneça conectado

Junte-se a mais de 100.000 de seus colegas e receba nosso boletim informativo semanal que apresenta as principais tendências, notícias e análises de especialistas para ajudar a mantê-lo à frente da curva