O preço do Bitcoin (BTC) voltou a cair nesta semana e a criptomoeda não está conseguindo manter níveis mais altos. No momento de redação deste artigo, o preço do Bitcoin (BTC) é de US$ 19.566,81, com um volume de negociação em 24 horas de US$ 40.199.341.695. Isso significa que o preço do Bitcoin caiu quase 8% nas últimas 24 horas, mas, ainda assim, mantém a classificação atual na CoinMarketCap de #1.

Com uma negociação da cripto na casa dos US$ 19 mil, os investidores voltaram a se preocupar com o fato de que o preço do Bitcoin chegue a baixas de até US$ 15 mil. No ano passado, houve um influxo de investidores institucionais migrando para o setor de criptomoedas, com a maioria optando por permitir que os clientes comprem Bitcoin para obter exposição ao criptoativo.

O Goldman Sachs está entre os investidores institucionais que investem em Bitcoin (BTC), e seus analistas acreditam que a criptomoeda continuará em uma tendência de baixa após os aumentos contínuos das taxas pelo Federal Reserve. O Fed vai aumentar as taxas de juros em 0,75% em setembro e depois em 0,50% no mês de novembro.

A oscilação do preço do Bitcoin (BTC) no nível de US$ 18.000 faz com que alguns especialistas acreditem que o fundo chegou. Apesar disso, mais quedas podem ocorrer se o Federal Reserve continuar aumentando as taxas de juros.

Com o intuito de tentar domar os níveis crescentes de inflação, o Federal Reserve tem aumentado as taxas de juros, o que foi fundamental para influenciar os movimentos de preços do Bitcoin este ano. O aumento levou os investidores a abandonar os ativos mais arriscados e a buscar abrigo em investimentos ainda considerados mais seguros, como é o caso do dinheiro.

Atualmente, o Bitcoin caiu mais de 70% em relação a uma alta histórica ocorrida em novembro do ano passado e de US$ 50 mil no início de 2022.

A correlação do Bitcoin com o mercado de ações dos EUA também aumentou significativamente e o Nasdaq Composite Index tem influenciado os preços do Bitcoin.

O Bitcoin é protegido pelo algoritmo SHA-256, que pertence à família SHA-2 de algoritmos hashing, que também é usado pelo seu fork, o Bitcoin Cash (BCH), assim como diversas outras criptomoedas, e está disponível para aquisição nas principais corretoras de criptomoedas, como a Binance, Coinbase Pro, OKEx, Bitfinex, entre outras.

Notícias relacionadas

Tópicos populares

Nenhum conteúdo encontrado, volte em breve!