merge

Ethereum Merge está agora completa, o que significa que a blockchain funciona no modo proof-of-stake (PoS), similar ao usado em Cardano (ADA). Antes da fusão, Ethereum operava no modo proof-of-work (PoW), mesmo modelo de Bitcoin (BTC).

A transição foi planejada quase desde o início de Ethereum e estava originalmente programada para ocorrer há alguns anos, mas, devido a uma série de atrasos, as atualizações foram adiadas. Agora, com as operações de mineração não mais conseguindo extrair ETH, isso pode levar muitos investidores a buscar diferentes ativos. Já se observa aumento da atividade de mineração de Ethereum Classic e Ravencoin.

ETH já não depende da oscilação da hash rate para segurança

A fusão foi concluída com sucesso na manhã de quinta-feira (15/09). Com essa transição, Ethereum não depende mais da oscilação da hash rate para demonstrar a segurança da rede. Hash rate é a medida do potencial usado por uma rede de criptomoeda PoW para processar transações em blockchain.

Entre a comunidade Bitcoin, mudar os parâmetros de segurança da rede é uma coisa extremamente popular, mas a comunidade Ethereum sempre foi mais inflexível. Dado que Ethereum não pode mais ser minerado, os adeptos das operações de mineração precisam decidir entre cessar as minerações e potencialmente perder uma enorme fonte de renda ou encontrar um ativo alternativo.

Uma das alternativas mais populares até agora tem sido Ethereum Classic (ETC), que tem demonstrado aumento na hash rate. Nas últimas 24 horas, a hash rate de ETC subiu de menos de 50 TH/s para mais de 125 TH/s e não mostra sinais de desaceleração.

Operações de mineração de Ethereum não podem mudar para Bitcoin

Os operadores de mineração de Ethereum não podem simplesmente mudar para mineração de Bitcoin porque a forma como as duas blockchains operavam sob um consenso PoW ainda era diferente. Bitcoin foi minerada com ASICs, enquanto Ethereum foi minerada com GPUs.

Há uma variedade de razões para isso, incluindo que a mineração com uma GPU é menos intensiva em capital e, portanto, mais facilmente distribuída. Será possível para os mineiros de ETH mudar, mas isso virá com alguma despesa.

Após a fusão, há outros 4 estágios do processo

Ethereum Merge não é o fim do processo de transição da rede. Após a fusão, há outros quatro estágios nomeados Surge, Verge, Purge e Splurge. Estes são as etapas finais dentro do roteiro de Ethereum para que a rede alcance os níveis de escalabilidade desejados.

A expectativa é de que a transição de Ethereum de PoW para PoS reduza a demanda de energia da rede em 99%. Alto consumo de energia por parte das blockchains, em especial Bitcoin, é uma reclamação da comunidade e um desafio para os operadores. Neste ponto, a transição de Ethereum para PoS é vista como uma vantagem da rede sobre Bitcoin.

Mas os investidores e operadores de mineração já sabem que a fusão não resolverá automaticamente problemas como altas taxas de transação e velocidades lentas.

Participação nas receitas da mineração com Copium

Copium Protocol é uma plataforma de investimento em mineração cripto que promete uma oportunidade de obter renda passiva com criptomoedas. Construída em torno de dois ativos principais – Copium Coin e Copium Protocol Investor Pass – a empresa anunciou que vai ampliar sua pré-venda com objetivo de tornar mais acessível o investimento no lançamento do projeto.

A equipe de Copium tem uma mineração Bitcoin já instalada na Nova Zelândia e está arrecadando fundos através de sua pré-venda a fim de levantar capital para expandir as operações. Detentores de Copium Coin terão direito a participar dos lucros gerados pelas receitas da mineração. Isto se refletirá no preço de Copium Coin, uma vez que os lucros serão canalizados para a compra e queima do token.

O que vem a seguir para Ethereum?

Como diz o velho ditado, as pessoas estão dispostas a “comprar o boato e vender a notícia”, e isso certamente parece ter sido o caso de Ethereum até agora, cujo preço vem caindo ao longo dos últimos dias.

A próxima atualização de Ethereum em Xangai, em 2023, pode abrir espaço para uma onda de retiradas de investidores com contratos de staking ETH. No momento na redação deste artigo, ETH era negociada a US$ 1.463,54, em movimento de queda, segundo dados de CoinGecko. Isso mostra que a notícia da conclusão do Merge ainda não causou uma onda de compras.

Notícias relacionadas

Tópicos populares

Nenhum conteúdo encontrado, volte em breve!