ethereum web3 criptomoedas

Kenneth Worthington, analista do principal banco de investimento americano JPMorgan, disse que Bitcoin (BTC) e Ethereum (ETH) “encontraram o limite mínimo” após registrarem ganhos em julho. Bitcoin caiu até 75% de seu pico, mas subiu de seu mínimo de meados de junho a cerca de US$ 19 mil. Já Ethereum subiu 102% de seu próprio mínimo de menos de US$ 1 mil.

Em julho, um relatório publicado pelo JPMorgan já anunciou uma melhora na demanda de investidores de varejo no mercado de cripto ativos. Segundo os analistas, a “fase intensa” de desaceleração parece ter terminado. O documento do banco americano, divulgado em 18/07, é otimista:

“A fase extrema de desvalorização vista em maio e junho, a mais intensa desde 2018, parece ter ficado para trás.”

O mercado de criptoativos tem se recuperado à medida que os investidores antecipam o chamado “The Merge” de Ethereum, a maior atualização de sua história, que está programada para começar em 19 de setembro.

Notícias positivas sobre o “The Merge” de Ethereum

Em uma nota aos clientes na segunda-feira (08/08), Kenneth Worthington apontou que as perdas dramáticas de bilhões de dólares de TerraUSD (UST) e Luna (LUNA) ajudaram a bombear as principais criptomoedas.

“O que ajudou, pensamos, foi um novo contágio mais limitado do crash de Terra/Luna. No entanto, pensamos que o verdadeiro condutor tem sido o The Merge do Ethereum (ETH) e dados positivos após o lançamento do testnet Sapolia no início de julho e Ropsten em junho, indicando que a fusão é viável em 2022”, escreveu Worthington.

The Merge significa, em resumo, uma mudança do algoritmo de consenso da blockchain Ethereum, que hoje funciona no modo proof-of-work (PoW), mesmo modelo de Bitcoin (BTC), para o modo proof-of-stake (PoS), similar ao usado em Cardano (ADA).

Ethereum se tornará a criptomoeda dominante com sua próxima atualização Merge?

Com a aproximação do ‘The Merge”, os produtos de investimento em ativos digitais baseados em ETH têm visto influxos que totalizam US$ 16 milhões — o que é uma evidência da implantação de capital institucional.

O chefe de pesquisa da CoinShares James Butterfill acredita que o aumento da segurança no mercado é a razão para a melhora no desempenho de produtos focados em Ethereum, estendendo uma série positiva de quase sete semanas.

Os compradores de Bitcoin (BTC) obtiveram ganhos de 21% em julho, enquanto Ethereum (ETH) bombou 59% os preços de maio, com base em notícias positivas sobre a transição de Proof-of-Work para Proof-of-Stake. Essa atualização é esperada pelos investidores — o sistema deve tornar a rede mais rápida e mais eficiente.

Depois do fundo do poço em junho, otimismo para o final do ano

Ainda segundo a análise de Worthington, do JPMorgan, o fato de que Bitcoin e Ethereum alcançaram seus limites mínimos em meados de junho e a previsão de uma atualização bem-sucedida de Ethereum devem elevar o otimismo nos mercados de criptoativos no final deste ano.

The Merge de Ethereum só não ocorrerá como previsto em setembro se o desempenho do Georli testnet de 11 de agosto não obtiver resultado satisfatório. Goerli testnet é uma rede descentralizada, separada do ledger principal de Ethereum, portanto, as transações não se cruzam entre os dois.

DeFi também aumentou 22% em julho e Worthington acrescentou:

“Dado que DeFi tende a ser construída sobre Ethereum, as preocupações amenizadas sobre DeFi juntamente com os melhores relatórios sobre The Merge de Ethereum estão provavelmente impulsionando a valorização particularmente forte do preço de ETH”.

Perdas do mercado são de 54% em relação a 2021

As 100 principais criptomoedas ganharam um total de 36% em julho, um forte ressurgimento em relação ao mês anterior. Entretanto, isso ainda representa uma perda de 54% no mercado de criptoativos em 2022, em meio a temores macroeconômicos globais. O mercado NFT está em queda de 84% em relação ao ano anterior, aponta JPMorgan.

O volume comercial também caiu em julho, apesar do aumento dos preços, com explicado pelo analista Worthington:

“Entretanto, o volume no final de julho foi 40% maior do que no início de julho, impulsionado pelo The Merge de Ethereum”.

ETH é a segunda maior criptomoeda por capitalização de mercado. Foi o principal altcoin em 2021, atingindo sua maior alta de todos os tempos. A criptomoeda fez novos mínimos desde então, mas o futuro do projeto dá aos investidores a esperança de outros picos de preços.

Nossos guias cripto

Tamadoge (TAMA) - A Dogecoin P2E

Nossa Avaliação

  • 'Potencial 10x' - Relatório CNBC
  • Deflacionária, baixa oferta - 2 bilhões
  • Move to Earn, integração do metaverso no roteiro
  • NFT Doge Pets - Potencial para adoção em massa
  • Próxima ICO em Exchange de Alto Escalão
Criptoativos são um investimento de alto risco e podem não ser indicados para novatos.

Tópicos populares

Nenhum conteúdo encontrado, volte em breve!